Idanha a nova; um destino para mudar de vida


Esta região tem um extraordinário potencial de sucesso para mudar para o campo. Idanha a Nova, Terra em que vivi 15 anos começando pelo parque natural do Tejo Internacional e seguindo por vários outros pontos, todos eles de Natureza bela, selvagem e agreste.

Uma das impressões mais fortes foi sempre, vindo de outras regiões, ao aproximar e sentir o cheiro doce e forte daquela vegetação, resistente ao sol e calor característicos.

A Natureza, tradição e costumes ainda mantém características de grande conservação, pelo que se trata de um local ideal para quem procura viver mais próximo destes valores.

Cerca de 10 anos atrás adquiri na região uma propriedade por razões circunstanciais.
Com cerca de 4 ha, dos quais uma boa parte são terras de cultivo, com água do regadio, junto ao rio Ponsul, casas de habitação e armazéns.

Actualmente em Lisboa e cada vez a encontrar menos sentido e coerência no actual modo de vida, está tomada a decisão de voltar para lá.

Voltar a cultivar a terra, plantar árvores de fruto, instalar colmeias, construir mais casa em adobe, taipa, na perspectiva de eco-construção. Fazer daquilo um centro para um grupo de Transição.

receber escolas e crianças para lhes reintroduzir o gosto pela terra e a Natureza.

Convidar os amigos a ficar desempregados e sufocados por despesas, falta de opções de vida etc.
Vamos criar ali uma eco aldeia, uma forma mais saudável de viver a vida, as relações.

Dar um sentido a alguma coisa. Trabalhar em novos modelos quando os actuais estão a desmoronar.

Vamos fazer o que acreditamos e todos estão convidados a vir aprender, partilhar, quem sabe...Ficar!!!

Links de referência para a região:

O parque do Tejo Internacional: Uma pérola da Natureza. Local mágico, agreste e selvagem
Vaqrias referências quanto aos recursos naturais da região
A revista de etnografia e actividades culturais de Idanha-a-.Nova

O centro Cultural raino


2 comentários:

Ana Vicente disse...

desejo as maiores felicidades no sentido mais literal da palavra!

Mariana disse...

Que lindo lugar para descansar e aproveitar a natureza!
Eu não cozinharia e levaria tudo feito de algum delivery de comida em jardins...
Meus filhos adoram os lugares assim com tanto espaço verde.