Jardinagem e Biodiversidade

Se pensarmos nos nossos jardins, hortas ou quintais não como "quintal", horta  ou "jardim", mas como "habitat" já estaremos a iniciar o processo para o incentivo da biodiversidade, num processo que muda toda a prática e relação com o próprio espaço.


A perda de habitat é a principal causa do declínio da biodiversidade em todo o mundo. Um jardim para biodiversidade cria um habitat muito necessário para centenas de espécies, mesmo no nosso próprio quintal. Há benefícios, também. Uma vez estabelecido, um jardim da biodiversidade requer menos água, produtos químicos e cuidados do que um relvado ou  jardim de flores de plantas exóticas não-nativas. Depois, é incrivelmente satisfatório estar nesse quintal e encontrar uma espécie que vive lá que não estaria lá, não fossem as condições de habitat favorável que lhe fornecemos. 

Um dos nossos objetivos específicos é a criação de habitat para borboletas e mariposas  e também para aves nativas. 
A maioria das lagartas são devoradoras de folhas, por isso optamos pelas espécies de plantas que agradam especialmente à fauna. Também o cultivo de várias flores silvestres de vários  tipos (que também tem interesse ornamental) de fornecer néctar para os insectos polinizadores autóctones, incluindo borboletas e mariposas, mas também muitos outros tipos de insetos. 


Um jardim da biodiversidade Pode ser complementado com uma horta de comestíveis onde crescem verduras, legumes e frutas. 

Considere isso. Mesmo se  dedicar apenas um pequeno pedaço de seu quintal para um jardim em biodiversidade, estarão a fazer a diferença. É claro que quanto maior o jardim, mais habitat para a biodiversidade, mas um jardim pequeno é igualmente eficaz.

Sem comentários: