A polinização - Fenómeno da Natureza

O agricultor por um lado parece enfrentar uma variedade quase desconcertante de problemas: o custo da terra reduziu a quantidade de espaço disponível para a jardinagem ao mínimo; novas variedades de plantas, muitas vezes híbridas para a produção máxima, são caras e requerem uma quantidade substancial de conhecimento para o sucesso do cultivo, e muitas vezes o uso indiscriminado de insecticidas e herbicidas tem reprimido a população de insectos benéficos, aparentemente sem fazer grandes progressos com a horda de pragas que retornam para assombrar o jardim.   

No entanto os jardins e hortas ainda florescem em cada canto e recanto da terra por causa da qualidade e bom gosto proporcionados pelas frutas e legumes de auto-produção, mas a economia de pequenas hortas familiares estão aqui para ficar. É seguro supor que para estas pessoas o factor trabalho é de amor, mais do que económico, dado livremente em troca do sabor de da produção própria de frutas e legumes que não têm rival em qualquer produto comercialmente cultivado. 

Através do uso de coberturas e irrigação, possível com um pequeno pedaço de chão, até mesmo o tempo e trabalho duro dedicado pode ser controlado e reduzido. A Permacultura e suas abordagens e soluções, tentam reduzir os custos dos factores de risco nos quais, a polinização, é factor fundamental a ter em conta.

A FLOR   

A planta com flores cresce e se as condições forem favoráveis, produz um rebento, que, por sua vez, torna-se uma flor. A flor murcha e o fruto desenvolve-se. Um dos mais fascinantes e vitais fenomenos naturais tem inicio. Os ciclos de fertilização, resultando na reprodução, O cultivo bem sucedido , especialmente aquelas cultivadas em uma área limitada, como o pomar de casa, jardim ou horta, depende do desenvolvimento de um grande número de frutos bem formados. O bom desenvolvimento destes frutos depende da polinização e a polinização depende da flor.   

No mundo das plantas existem três tipos básicos de flores. Flores masculinas têm apenas orgãos masculinos e produzem pólen. Flores femininas têm apenas orgãos femininos e produzem frutos. Flores perfeitas ou completas têm ambas as partes masculina e feminina e produzem tanto pólen e frutos. Para que o fruto se desenvolva, o pólen produzido pela parte masculina da flor deve ser transferida para a parte da flor feminina. Esta transferência é chamado polinização. 

A POLINIZAÇÃO

Polinização é a transferência de grãos de pólen do sexo masculino para o estigma feminino em flores da mesma espécie. Esta transferência é realizada principalmente por animais viajando ao redor das flores de pólen carregando o pólen  agarrado aos seus corpos. Quando o pólen de uma planta é depositado sobre uma planta da mesma espécie, a fertilização ocorre e as frutas, nozes, semente irão se formar.


Moscas, besouros, borboletas e outros animais oferecem uma proporcionalmente pequena quantidade de polinização de flores, no entanto, é a população de abelhas que realiza a maior taxa de polinização!Isto é em grande parte por causa dos pelos especialmente modificados que as abelhas têm em seus corpos. Estes pêlos estão no tórax da abelha e parecem-se notavelmente com penas pequenas. Os grãos de pólen "colam-se" nestes cabelos quando uma abelha visita uma flor para extrair o néctar ou recolher pólen das anteras. Como as abelhas voam permanentemente de flor em flor, o pólen sai dos pêlos do seu corpo quando acontece a fricção com a superfície pegajosa do estigma.



Quando polinizada, uma flor fertilizada irá produzir uma geração de frutos contendo sementes férteis, com capacidade de dar origem a novas plantas. Se não ocorre a polinização, a planta vai perdendo a capacidade de reproduzir e as flores irão murchar, sem produzir frutos. Baixos níveis de polinização podem resultar numa diminuição do rendimento, mais lenta maturação, menores frutas, e um aumento das doenças. Se a polinização deixar de ocorrer, eventualmente, todas as plantas e as criaturas que eles suportam desapareceria (incluindo em grande medida, nós próprios). Isso é o quão importante é a polinização!

Agora só como nota final, tente pensar duas vezes da próxima vez que pensar em esmagar uma abelha, escaravelho, ou insecto de modo geral, ou reequacione quando pensar que os insectos são horríveis e não servem para nada. 
Seguramente não existiríamos sem eles. Ou sem qualquer outro grupo biológico, pois todos estamos ligado e em estreita inter-dependência. Queiramos ou não, estejamos conscientes disso ou não. Assim é...



Aqui está um outro link que apresenta muitos outros insectos benéficos, quer para a polinização de um modo geral, quer para a agricultura por serem predadores de pragas agrícolas

Sem comentários: