Porque plantar árvores nativas nos nossos jardins ou florestas



  1. Nativas – Ocorrem naturalmente em uma determinada região
  2. Exóticas – São plantas estranhas ao meio, oriundas de outras regiões, países ou continentes
Porque plantar ÁRVORES NATIVAS
Qualidade do ar – Uma planta jovem produz mais oxigénio do que gás carbónico, enquanto uma árvore velha faz o processo contrário.
Alimento ilimitado – As árvores frutíferas produzem alimento natural todo 
o ano. Isso pode ser a solução para a fome mundial!
Prevenção contra enchentes – Uma árvore adulta pode absorver do solo até 150 litros de água por dia. 
Mantém o ciclo natural do ambiente – A água absorvida contém nutrientes de matéria orgânica, como fezes de animais. Por sua vez, as folhas e frutos das árvores são consumidos pelos animais, que libertam os seus dejectos novamente no solo, para mais tarde serem levados pelas águas da chuva e assim sucessivamente. 
Servem de abrigo – As raízes das árvores, quando próximas a rios, ficam expostas dentro da água, servindo de abrigo para os peixes.
Refrescam o ambiente – Uma árvore adulta transpira até 200 litros de água por dia, o que refresca o equivalente a cinco condicionadores de ar com capacidade de 2.500 kcal cada, trabalhando 20 horas por dia!
Diferenciam a temperatura – A temperatura no centro de uma cidade chega a ficar 6°C acima do que em bairros distantes (ou mais arborizados).
Sombra fresca – A radiação solar fica acumulada na copa das árvores, tornando o chão mais fresco e ameno.
Isolamento natural – As árvores impedem a propagação de sons, formando uma parede acústica ao seu redor.
Fauna – Com o plantio de árvores, os animais terão fontes de alimento e habitat para reproduzir, prevenindo a extinção de espécies ameaçadas.
Harmonia nativa – Não existe excessiva ou desequilibrada competição entre as árvores, favorecendo o crescimento conjunto das plantas.
Resistentes a pragas – Espécies nativas não são exterminadas por doenças, pois já desenvolveram uma defesa própria para cada região. 
Previne erosão do solo – A camada formada no solo pelas folhas forma uma protecção da acção directa da chuva na terra, o que causa a erosão. A erosão pode ser prejudicial em diversas formas:
em rios:A erosão leva terra para o fundo do rio, deixando-o mais raso. Com isso, o rio seca nos períodos de pouca chuva, matando os peixes e destruindo os mananciais naturais.
no solo:A erosão leva as sementes embora, não permitindo o nascimento de novas plantas.
aos animais:A água forte tampa os ninhos de animais que os fazem no chão, matando os filhotes.
aos lençóis freáticos:Local sem vegetação não possui boa absorção de água, não dando tempo para a água da chuva penetrar no solo. Isso prejudica os lençóis freáticos, extinguindo rios e lagos.
Porque NÃO plantar árvores exóticas
Proliferação descontrolada – Por não possuírem predadores naturais, essas espécies se multiplicam sem controle, se tornando uma praga.
Relacionamento desarmonioso – Não possuem boa relação com as árvores nativas, chegando a matar suas concorrentes.
Absorção exagerada – Algumas espécies exóticas absorvem muita água, deixando o terreno seco e impróprio para plantio.
Fácil germinação – Algumas espécies possuem sementes de fácil germinação, necessitando somente de um ambiente não muito seco. Com isso, elas podem se tornar uma praga predominante.
Crescimento rápido – Essas árvores possuem o crescimento muito rápido e disputam pela sombra de outras plantas de forma desigual.

Sem comentários: